11
Jun 10












A Polícia Militar de Alagoas apreendeu na manhã desta quarta-feira (9) centenas de tabelas da Copa do Mundo com fotografias na capa da pré-candidata à presidência Dilma Rousseff (PT) e do pré-candidato a deputado estadual presidente do PT no Estado, Joaquim Brito.








O material foi apreendido no Centro Educacional de Pesquisa Aplicada, em Maceió, maior complexo de escolas do Estado. No local, são matriculados em torno de 5.500 estudantes do nível médio.






Segundo a Batalhão de Policiamento Escolar, pelo menos cinco pessoas estavam distribuindo o material aos estudantes – entre elas três com menos de 18 anos de idade. Os militares faziam ronda de rotina quando perceberam a suposta propaganda eleitoral antecipada e abordaram os jovens.   (Blog REAJA BRASIL!!  -  JORNAL DE CARUARU - Fonte: UOL Eleições em Maceió). 











Todo o material e os entregadores foram levados ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que os encaminhou para análise do Ministério Público Eleitoral (MPE). Eles prestaram informações sobre as tabelas e foram liberados em seguida. Já o material ficou sob o poder dos procuradores eleitorais, que vão investigar o material e decidir se ingressam com representação por propaganda eleitoral antecipada.







Até o momento, o MPE já ingressou com representações contra 34 pré-candidatos por suposta propaganda eleitoral antecipada. Entre eles estão os principais nomes da disputa ao governo do Estado – Teotonio Vilela Filho (PSDB), Fernando Collor de Melo e Ronaldo Lessa (PDT) – e ao Senado – Benedito de Lira (PP), Heloísa Helena (PSOL), Renan Calheiros (PMDB).





Confirmação





Joaquim Brito confirmou que as tabelas foram confeccionadas e estavam sendo distribuídas à população. Ele afirmou que não tinha conhecimento da apreensão e disse receber a informação “com estranheza”. “Como apreenderam sem mandado judicial? Foi uma arbitrariedade dos policiais que fizeram essa ação, porque tabela da Copa não é propaganda, é material informativo”, disse o presidente do PT  (rgumento indecente!).





Brito afirmou ainda que vai esperar a notificação oficial, mas adiantou que não é o único a usar Copa do Mundo para se divulgar. “Vários candidatos fizeram tabelas, se a Polícia quiser, vá atrás que encontra. Por que apreenderam só as minhas?”, disse.  O ERRO DE UNS JAMAIS VAI JUSTIFICAR A PATIFARIA DOS OUTROS, um hábito sempre usado pelos PTistas.





Questionado quantas tabelas foram confeccionadas, Brito disse que não sabia. “Foram amigos que mandaram fazer, não fui nem eu quem fez. Por isso, não sei lhe dizer quantas foram. Só sei que não é nada ilegal”, ratificou.













publicado por vergonha-nacional às 04:53


publicado por vergonha-nacional às 04:04

10
Jun 10






...  não deveria ''ter saído do Irajá".








1 - Reação de Luís Inácio





Ontem, 12 país do Conselho de Segurança da ONU votaram por sanções ao Irã.   Segundo Luís Inácio,  tais sanções seriam um equívoco, uma simples   'birra' , por não haver necessidade de tais medidas.  A favor do Irã votaram apenas dois, L.I. inclusive. 


*




Diz ele, em sua pretensa sabedoria:  "Em vez de chamarem o Irã para a mesa, eles resolveram, na minha opinião, apenas por birra, manter a sanção.  Acho que foi um equívoco".    Desta vez, chamar Ahmadinej para a mesa, só se fosse para  comer um churrasco.





L.I. sonhava que, no seu retorno do Irã, seria  abraçado por todos os países do mundo. Deveria ter imaginado a cena em que todos se ajoelhariam a seus pés  em admiração ao seu  alto poder diplomático com Ahmadinej.   Não funcionou.   Ignoraram o acordo torto que  fez como o igualmente torto presidente do Irã.   L.I., em sua  alucinação,  fez o que costuma fazer:  alegou que o fizeram por... ''birra'', como se o caso fosse uma brincadeirinha de criança.    Ou estará imaginando que o fizeram com inveja do grande L.I.?   Aliás, o mesmo Obama que um dia disse ser ele 'o cara' (sabe-se lá qual seria o significado), ignora todos os conselhos em forma de recados que L.I. lhe manda.





Dar importância a esta  atitude tão comum em L.I. pode parecer bobagem, mas  é imaturidade, a falta de preparo de  um ex-sindicalista encantado por ter  assumido a presidência da República.   Até hoje,  L.I. não enxergou, com a seriedade necessária, a importância do cargo que ocupa.  Para ele, tudo  é competição, uma guerrinha de braço em que vence o melhor.  Age sempre na base do eu fiz, ele não fez; eu consigo, ele não; eu tenho mais poder do que ele e vai por aí, em todos, absolutamente todos os discursos .  





Birra é o comportamento da cavalgadura quando ferra os dentes em alguma coisa, especialmente na manjedoura. Significa teimosia, antipatia, zanga, capricho.  Como sempre, L.I. se entrega pelo ato falho, ao atribuir aos outros o que ele mesmo costuma fazer. 



Exemplo de um caso em que  L.I. mistura o cargo com  birras pessoais:    -  Eu sempre quis foder o João Alves.  Já fiz aliança com todo mundo lá  (Pará),  com o Albano Franco, com o  Almeida Llima.  Eu faço aliança com qualquer um para foder o João Alves.  Este eu quero foder de qualquer jeito."    L.I. pensa que todos os representates de outros países são como ele.







2 - Reação iraniana 



-  O Irã rejeitou a aprovação de um novo pacote de sanções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) ao país por conta de seu programa nuclear e considerou a medida um erro, informou nesta quarta-feira, 9, o porta-voz do Ministério de Exteriores do Irã. O presidente do país, Mahmoud Ahmadinejad, também criticou a decisão e disse que as sanções "vão para o lixo".  Comentário grosseiro para o cargo que ocupa, mostrando o que ele e L.I. têm em comum.







-  "Na verdade, todos sabem que o Irã pretende desenvolver a bomba". Gustavo Chacra






- "As resoluções votadas pela ONU não valem um único centavo para a nação iraniana", declarou o presidente iraniano no Tajiquistão, onde está em viagem. "Disse às potências que essas resoluções são trapos usados e deve ir direto para o lixo", completou Ahmadinejad.






- ''Isso só vai fazer a situação se complicar ainda mais", disse Ramin Mehmanparast momentos depois de o Conselho de Segurança anunciar a decisão.   Esta frase tem um cheirinho de ameaça ou é impressão?







- "Nada vai mudar. A República Islâmica vai continuar suas atividades de enriquecimento de urânio", disse enviado do Irã à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Ali Asghar Soltanieh.







O  sonho de L.I. alcançar alto cargo na ONU


foi para o lixo, como diria  Ahmadinej






publicado por vergonha-nacional às 06:47

09
Jun 10





Atchim!!!!!





Será que vai enxugar a testa?



publicado por vergonha-nacional às 07:28

08
Jun 10

















Acontecimentos:





1 -  L.I. chegou a afirmar que, sendo Dilma a presidente, seria tão bom ao país que, para ele, a  presidência não interessaria mais.  





2 -  L.I. deixa, no último mandato,  um rombo nas contas da União com objetivo de se endeusar, alavancando sua candidata de passado nebuloso, às custas das maravilhas feitas  às pressas em seu governo para ''mostrar serviço''.



3 -  O tempo de mandato atual é de oito anos.



4 - Se Dilma poderia ser tão boa presidente, pela lógica, deveria se manter mais quatro anos no governo, ou seja, seria reeleita em 2014 e L.I. nem pensaria em semelhante hipótese.






Previsão:



Seja quem for, o próximo presidente terá o tal rombo nas contas para administrar.  E é tudo (quase tudo) de que L.I. gostaria.  Um motivo para mostrar ao povo - que não acompanha o que ocorre no país além do cho-cho-chô na tela  da TV e noticiário futebolístico - como ele foi o maior empreendedor das finanças nacionais e protetor dos pobres e oprimidos.



Mesmo que seja Dilma, o veremos esculhambando quem sempre elogiou.  Comentará sobre a falta de boas escolas ... porque não teve tempo em apenas dois mandatos.  Irá para a televisão gritar pela saúde dos pobres ... porque também não teve tempo em apenas dois mandatos.  E sonhará, todas as noites, com o povo batendo em sua porta implorando o seu retorno.  




L.I. conhece bem os seus eleitores.






























publicado por vergonha-nacional às 11:32
















Mal terminou o segundo mandato presidencial, L.I. já comenta sobre a possibilidade de concorrer às eleições de 2014.   Exatamente o que fez na época de sindicalista e jurava, de forma insistente,  não se interessar por política, enquanto seu  partido era criado  'apenas pelos outros'





O erro não é o interesse por política, mas a mentira e a hipocrisia que o acompanham  desde l977,  quando  sindicalista.  Erro pior o dos  jornalistas que ouviam tudo aquilo como se nada percebessem ou comentassem.   Foi a ditadura tão longa que os deixava encantados com qualquer mentiroso que lhes parecia o salvador da pátria, pelo interesse em preencher páginas dos jornais com assunto bom para o povo, ou pela ignorância  que os impedia de perceber quantidade tão escadalosa de mentiras oportunistas?







Jornalismo, de modo geral, não apresenta fatos, mas o que lhes interessa,  do contrário já teriam preparado um programa especial com a verdadeira vida de Dilma Rousseff, que nem mesmo a oposição se atreve a fazer.







OS JORNALISTAS QUE HOJE CRITICAM A BAIXARIA PRESIDENCIAL


SÃO OS PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS


PELA SITUAÇÃO INDECOROSA EM QUE ESTÁ O PAÍS.






















publicado por vergonha-nacional às 07:58





 PARA CANTAR AO LER O JORNAL DE HOJE:

"Lula admite disputar eleições em 2014"






 





























A patifaria não nos deixa em paz





Mal termina um mandato e já querem mais





Eu votei há muito tempo atrá-as





Fiquei tão revoltada que não voto mais





Agora, vai ser assim: 



Filhos da Puta pra longe de mim (bis)






Que me  perdoem o mau gosto,


mas meu  'instinto musical' 


 lfoi irresistível.


publicado por vergonha-nacional às 07:40


Reside o absurdo, para tristeza e vergonha nossa, na revelação de sua Excelência Ditador da Silva, onde mostra o desejo de escravizar a pessoa humana, e sem nenhum escrúpulo ao se lembrar que ele, o Mandatário-Mor da Silva, também é uma pessoa, quando disse, para todos os telespectadores fiéis e assíduos, que "O Estado que arrecada poucos Impostos é um Estado Fraco, e precisa-se é de mais impostos para fazer o Estado Forte". SABE OU NÃO SABE ELE QUE O ESTADO EXISTE POR CAUSA DO HOMEM E NÃO O HOMEM POR CAUSA DO ESTADO?







A instituição do Estado foi criada para servir ao seu criador, ao homem, isto é, às pessoas. As pessoas criam o Estado para serem servidas por ele, e não para servirem ao Estado.





O absurdo se estende mais, para o espanto de todos, quando notamos que Sua Excelência Cultura da Silva não sabe a diferença entre o "SERVIR AO ESTADO" e "SERVIR À PÁTRIA".





Faz-se mister encaminhar uma missiva ao Rei para ensinar ao seu Palácio que SERVIR À PÁTRIA é uma honra e um orgulho e um prazer e uma alegria para os patriotas brasileiros, mas SERVIR AO ESTADO é uma vergonha e uma tristeza para os brasileiros.





A PÁTRIA BRASILEIRA RESPIRA O AMOR QUE A ELA DEDICAMOS, E SOBRE ESSE AMOR ELA É SOLIDIFICADA E INDESTRUTÍVELMENTE CONSTRUIDA DE FORMA ESPONTÂNEA. O contrário é o Estado.





O contrário da Pátria é o Estado, e este sem colidir com aquela.





Não há colisão do Estado com a Pátria, mas há sim distinção entre os dois elementos da organização sócio-política.





É notório que o nosso Presidente da República deu uma declaração infeliz que enseja a colisão e o confronto do Estado Brasileiro com a Pátria Brasileira, e este pensamento é próprio de ditador. O Estado existe para servir aos de sua Pátria. AQUELE QUE SERVE AO ESTADO É ESCRAVO PARA SERVIR, mas AQUELE QUE SERVE À PÁTRIA É LIVRE PARA SERVIR.





Sua Excelência disse, em outras palavras, que quer um ESTADO FORTE. E o povo? Como ficaria?





Quanto mais forte o Estado, tanto mais fraca é a Pátria.  Quando se concentrarem todas as forças no Estado, não haverá Pátria, mas haverá simplesmente escravidão.





PÁTRIA é o feixe onde estão reunidos, dentre outros: idiomas, costumes, religiões, a palavra, o apreço aos jovens, o apreço aos anciãos, a ordem, a imprensa, o respeito, a família, a liberdade, o amor, e por aí vai.








EXEMPLO TRISTE É O "FINADO" ESTADO DA ANTIGA UNIÃO SOVIÉTICA, QUE ERA ESTADO FORTE, MAS RUIU.  FUNESTO É O EXEMPLO DE CUBA, ESTADO DE FERRO, E DE POVO FAMINTO DE LIBERDADE.








Cadê a Pátria Cubana? Imposição não é Amor à Pátria. Pátria é “O Amor Natural e Espontâneo Pelas Raízes do Conchego da Habitação Humana." Fidel Castro é Forte e Rico e Poderoso, mas a maioria do povo é fraca, pobre e faminta de poder.








E O IRÃ? Estado Forte. Cadê a Liberdade dos Iranianos?







É triste, mas, um dia, fomos loucos, e votamos num Rei Louco, que é louco por Hitler que era Louco por holocausto que é negado pelo louco do Irã ahmadinejad que AMA O NOSSO LOUCO DITADOR QUE DISSE QUE ASSINOU, SEM LER, O TEXTO DO "PNDH-3".















 


publicado por vergonha-nacional às 05:17

06
Jun 10








 


Sempre que surge algum erro governamental,


Luís Inácio se distancia do próprio governo e critica seus ministros. 





Ou, então, alega que


as críticas são produto da inveja


que todos sentem por ele.





É fácil tapear a imbecilidade

que rende votos.












publicado por vergonha-nacional às 11:27







`Era para levantar tudo, inclusive


coisas pessoais.`





Recurso sujo da campanha de Dilma contra José Serra para chegar à presidência.  - http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2010/06/05/era-para-levantar-tudo-inclusive-coisas-pessoais-297364.asp








A baixaria institucionalizada vai do top-top de Marco Aurelio; passeia pelo Congresso com a deputada, petista e robusta,  bailando; se encosta no sifu presidencial;  tira o nordeste do teritório brasileiro;  mostra que  quem manda não respeita as leis; e usa recursos desonestos para atacar José Serra na campanha eleitoral.


 


Agora corremos o risco de trocar um presidente da república, desajustado ao cargo, por uma farsante que diz ter sofrido tortura para nao trair seus `colegas de luta`, mas traiu Natael Custódio (Revista Piauí);  que se contradiz ao falar sobre o uso de armas; se diz grande guerrilheira na época da ditadura militar, mas os movimento contra a tortura na época nao a conheciam;  jura que é democrata, mas aprova a censura e a ditadura cubana;  critica o excesso de impostos, mas fala na volta da CPMF,  diz que sempre lutou contra o capitalismo, mas é apaniguada de José Ribamar  (o Sarney) .


 


O povo não lembra - e muito menos sabe - mas esta última nojeira é a mesma quando  Dilma preparou um dossiê contra FHC.  A culpa `não foi dela`, a intenção seria outra e não deu em nada.






Pobre país que afunda,


cada vez mais, num lamaçal.





publicado por vergonha-nacional às 08:14

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO